Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2018

A segurança nos hotéis: Sabe como é?

Imagem
Esteve de férias em agosto num hotel? Ainda vai? Os edifícios hoteleiros são considerados como um dos principais desafios no âmbito da segurança. Saiba porquê.

Os hotéis são, por vezes, comparados a pequenas cidades onde se pode encontrar um elevado número de hóspedes, clientes que utilizam o restaurante, spa ou outros serviços, e colaboradores. Toda esta rotatividade, em conjunto com as características arquitetónicas comuns aos hotéis, faz deles locais extremamente desafiantes em termos de medidas de segurança. A APSEI – Associação Portuguesa de Segurança fala-lhe de algumas das medidas adotadas pelos hotéis para garantir que continuam… seguros.

Programas de formação regulares para os colaboradores, controlo e inspeções periódicas de todos os sistemas de deteção de incêndio e equipamentos e sistemas de proteção contra incêndio, controlo diário dos caminhos de evacuação – garantindo que nenhum mobiliário está a barrar o caminho e/ou portas resistentes ao fogo –, controlo diário da ilumi…

Incêndio destruiu duas fábricas de calçado em Oliveira de Azeméis

Imagem
Um incêndio destruiu duas fábricas de calçado na zona industrial de Cucujães, Oliveira de Azeméis, esta sexta-feira de manhã. Bombeiros estiveram na iminência de ficar sem água.

"Podemos falar em destruição total das duas empresas". As palavras do comandante dos Bombeiros Voluntários de Oliveira de Azeméis, Paulo Vitória, resumem a dimensão do incêndio que consumiu duas fábricas de calçado, esta esta sexta-feira de manhã, na zona industrial de Cucujães, em Oliveira de Azeméis.

O fogo fez colapsar o telhado de duas fábricas afetadas pelas chamas. As placas dos pisos superiores das instalações correm o risco de ruir devido ao calor e ao peso da água.

Os bombeiros deram o fogo por circunscrito, cerca das 9.45 horas, e procedem agora a trabalhos de rescaldo. O incêndio começou na fábrica "Pedro Miguel", que havia retomado a laboração na quinta-feira. As chamas destruíram ainda uma outra fábrica contígua, a "Maria Fernanda de Oliveira", que emprega cerca de 8…

Incêndio em edifício habitacional em Campo de Ourique.

Imagem
Um incêndio deflagrou hoje num prédio de seis andares localizado na Rua Ferreira Borges, nº14, em Campo de Ourique, Lisboa. Existem dois feridos ligeiros, entre eles um bombeiro. O incêndio já está circunscrito.


Segundo o site da Proteção Civil, a ocorrência teve registo às 10h24 desta terça-feira, 21 de agosto.

Ao SAPO 24, fonte dos Bombeiros de Campo de Ourique confirmou a existência de um incêndio habitacional em Campo de Ourique, referindo que "as equipas estão ao trabalho, com vários meios no local".

Fonte dos Sapadores de Lisboa referiu ao SAPO 24 que o incêndio "deflagrou num prédio habitacional de seis andares". Registou-se também uma explosão que projetou telhas do edifício, danificando alguns veículos no local.

"Temos a indicação de dois feridos ligeiros. Uma senhora que é moradora não teve necessidade de ser conduzida ao hospital, o outro ferido é um bombeiro que foi para o hospital", adiantou a mesma fonte.

Algumas pessoas ficaram desalojadas, est…

Incêndio destrói fábrica de tintas na Maia

Imagem
Um incêndio destruiu este sábado à tarde a fábrica de tintas e vernizes Isolaca, na zona industrial da Maia. O edifício, que guardava milhares de litros em tintas, ficou completamente destruído e ruiu.  As chamas foram combatidas por quatro corporações de bombeiros, que, à chegada ao local, tiveram de arrombar janelas e portas para conseguirem entrar, já que a fábrica não estava a laborar. A principal preocupação foi evitar a propagação do fogo aos edifícios contíguos. As operações de rescaldo duraram várias horas. Uma intensa coluna de fumo negro pôde ser vista a 20 quilómetros de distância.
Fonte: Correio da Manhã

Portugal regista 30 mil incêndios urbanos em cinco anos

Imagem
Só em 2017 morreram 27 pessoas em fogos que ocorreram, na sua maioria, em habitações.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou perto de 30.000 incêndios urbanos em Portugal continental nos últimos cinco anos, a maioria em habitações (mais de 26.000), enquanto no setor da indústria, oficinas e armazéns ocorreram cerca de 3.400. Em 2017, ocorreram 5.393 incêndios habitacionais no continente, os quais provocaram 27 mortos e mais de 600 feridos, enquanto os 720 fogos registados pela ANPC como ocorrências em indústria, oficina e armazéns fizeram um morto e 47 feridos. Analisando os dados dos últimos cinco anos (2013 a 2017) registados pelo Sistema de Apoio à Decisão Operacional (SADO), verifica-se que não existem grandes oscilações relativamente ao número de incêndios, mas os anos de 2013 e 2017 foram os que tiveram mais sinistros.

Em 2013 foram registados 5.655 fogos em habitações e 704 em indústria, oficina e armazém, totalizando 6.359 ocorrências, enquanto no ano passado…

Incêndio deflagrou em garagem de Junta de Freguesia em Oliveira do Bairro

Imagem
Um incêndio deflagrou na sexta-feira à tarde na garagem do edifício da Junta de Freguesia e da Câmara Municipal de Oiã, em Oliveira do Bairro, Aveiro. Ao que tudo indica, o incêndio terá tido início num trator, que está parado há dois dias. "O incêndio foi dominado pelos Bombeiros de Oliveira do Bairro e encontra-se em fase de rescaldo. Houve a destruição de um trator, que não ficou totalmente destruído. Estão a fazer a ventilação para saber exatamente o que aconteceu", esclareceu Vítor Oliveira, presidente da Junta de Freguesia de Oiã. Este edifício é comum e, para além de pertencer à Junta de Freguesia e à Câmara Municipal de Oiã, tem igualmente uma biblioteca e um auditório.

Fonte: Correio da Manhã

Mota e carro ardem junto ao Corte Inglés, em Lisboa

Imagem
Fotografia enviada por uma leitora da nuvem de fumo a sair da garagem
Incêndio no parque de estacionamento de edifício contíguo ao Corte Inglés levou ao corte da rua. Não houve vítimas e o fogo terá sido extinto pouco depois. Edifício foi evacuado.

Um incêndio no piso -3 de um prédio contíguo ao El Corte Ingles, em Lisboa, levou ao corte de trânsito na António Augusto Aguiar. O Regimento de Sapadores de Bombeiros de Lisboa confirmou estes dados ao Observador. À SIC, João Vaz, chefe deste regimento, adiantou que o incêndio afetou “um motociclo e uma viatura ligeira”, isto é, um carro. Não havendo vítimas.

De acordo com o RSBL, o alerta foi dado pelas 15h49 com muito fumo a aparecer no local vindo da garagem do número 29 da Avenida António Augusto Aguiar, em Lisboa. O alerta aponta para que o fogo viesse do centro comercial El Corte Inglés, mas vinha, afinal, de uma rua contígua. O incêndio foi circunscrito às 16h30 e extingo às 16h45.


Fonte: Observador