Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2019

O que precisa Saber sobre Medidas de AutoProteção!

Imagem
Todos os edifícios, estabelecimentos e recintos devem, no decurso da exploração dos seus respetivos espaços, ser dotados de medidas de organização e gestão da segurança, designadas por Medidas de Autoproteção (MAP). As Medidas de Autproteção (MAP) constituem o Plano de Segurança Interno (PSI) e devem ser adaptadas às condições reais de exploração de cada utilização-tipo e proporcionada à sua categoria de risco, nos termos do RJ – SCIE (Decreto-Lei n.º220/2008, de 12 de novembro alterado pelo Decreto-Lei n.º224/2015, de 09 de outubro) e do RT – SCIE (Portaria n.º1532/2008, de 29 de dezembro).

O QUE SÃO?Consistem em procedimentos de organização e gestão de segurança assentes em dois princípios: garantir a manutenção das condições de segurança contra incêndios definidas em projeto e garantir que existe uma estrutura mínima capaz de dar resposta a qualquer tipo de emergência.
Para além disso, pretendem também salvaguardar que os equipamentos e sistemas de segurança contra incêndios se enc…

CMF promove Semana da Prevenção no Galeão até sexta-feira

Imagem
O vereador João Pedro Vieira, que tem a tutela da Proteção Civil no Município do Funchal, presidiu, esta manhã, à sessão de abertura da 2.ª edição da “Semana da Prevenção – Galeão + Resiliente”, que vai decorrer até à próxima sexta-feira, dia 25 de janeiro, na Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos Dr. Eduardo Brazão de Castro.
Segundo comunicado da Câmara Municipal do Funchal, a iniciativa tem como objetivo promover, junto dos jovens, comportamentos responsáveis e adequados face a situações de emergência, “preparando-os para o futuro e tornando-os mais resilientes.”
João Pedro Vieira começou por congratular o Serviço Municipal de Proteção Civil do Funchal pela “dedicação e disponibilidade em sensibilizar diversas faixas etárias para a importância de uma cultura de segurança, que prime por comportamentos responsáveis”, bem como a Escola Dr. Eduardo Brazão de Castro pela “recetividade e proatividade em colaborar em iniciativas desta natureza”, o que resultou na atribuição de um Certificado …

Incêndio de grandes proporções destrói fábrica de plásticos em Gaia!

Imagem
O incêndio que deflagrou na fábrica de plásticos da Moldiflex está dominado. O alerta foi dado pelas 12h26 e no local estiveram 46 operacionais, apoiados por 18 viaturas.


O incêndio de “grandes proporções” que atingiu uma fábrica de plásticos na freguesia de Grijó, concelho de Vila Nova de Gaia já se encontra dominado e não se propaga para fora das instalações, disse esta quinta-feira pelas 15h45 à agência Lusa fonte dos Sapadores Bombeiros.
Em declarações à agência Lusa, Vítor Primo contou que este incêndio “teve muita intensidade” e obrigou a “operações muito difíceis” devido às características dos produtos armazenados na fábrica que apontou serem “muito tóxicos e muito densos”, mas referiu que neste momento, “está tudo controlado”.

O incêndio está dominado. A situação está controlada. Já não se propaga para fora das instalações. A cobertura ruiu e a fachada está numa situação muito instável. Provavelmente o que não cair, terá de ser deitado abaixo”, referiu o comandante da Proteção…

Mais de metade dos edifícios não tem medidas contra incêndio!

Imagem
58% dos edifícios e recintos que recebem público não têm extintores, portas contra-fogo ou planos de emergência.

Mais de metade (58%) dos edifícios e recintos que recebem público não têm medidas de autoproteção (MAP) contra incêndio, como extintores, portas contra-fogo e planos de emergência. Estes espaços não têm um conjunto de procedimentos com vista a prevenir e controlar os riscos em casos de eventuais situações de emergência.

Segundo o Jornal de Notícias, após o incêndio de 13 de janeiro do ano passado na sede da Associação de Vila Nova da Rainha, onde morreram 11 pessoas, uma resolução do Conselho de Ministros determinou que as entidades responsáveis ou gestoras de recintos escolares, hospitalares, de lares de idosos ou de reuniões públicas fizessem "a autoverificação do cumprimento das condições de segurança contra incêndio, de acordo com a legislação aplicável".

Estas entidades tinham um prazo de 90 dias para comunicar à Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC)…