Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2018

Incêndio de grandes dimensões deflagra num armazém em Gouveia

Imagem
Um incêndio urbano de grandes dimensões deflagrou, este domingo à tarde, num armazém municipal em Gouveia, Guarda.

Segundo disse ao JN fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda, foram mobilizados para o local 64 operacionais, apoiados por 21 veículos.

O alerta foi dado às 18.54 horas e, pelas 21.30 horas, o fogo já estava dominado. De acordo com o CDOS, não houve habitações em perigo nem feridos. Não há ainda informações sobre as causas do incêndio.

Segundo a mesma fonte, o local onde deflagrou o incêndio era uma antiga fábrica que serve agora de armazém de serviços municipais. Há "material diverso" no interior do espaço.
Fonte: Jornal de Noticias

Bombeiros combateram fogo na fábrica da Roca em Cantanhede!

Imagem
Cerca de meia centena de bombeiros foram mobilizados para um incêndio que deflagrou, este domingo, na fábrica de louça sanitária Roca, na Zona Industrial de Cantanhede.

O fogo, de causas desconhecidas, começou por volta das 19 horas, não havendo relatos de pessoas no interior.

Segundo contou ao JN uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro, no local estão corporações de Cantanhede, Mira, Mealhada e Montemor-o-Velho.

O incêndio foi dado como concluído pelas 20.30 horas.
Fonte: Jornal de Noticias

Incêndio provoca caos na baixa do Porto

Imagem
"Quando cheguei, vi muitas chamas. Houve momentos de pânico", diz Maria Azevedo, uma das primeiras a chegar à rua Sá da Bandeira, no centro do Porto, onde um incêndio danificou parte de um edifício de quatro andares, que estava em obras, ontem de manhã.

No interior estavam operários, que fugiram mal se aperceberam do fumo. Apesar dos prejuízos e do susto, ninguém ficou ferido. O alerta foi às 10h45. Os Sapadores do Porto depararam-se com fumo denso em três pisos. "Percebemos que o foco era nas condutas de ar condicionado e de cabelagem elétrica", explicou Albano Cardoso, chefe de serviço dos Sapadores. Apenas o primeiro andar escapou ao fogo e ao fumo. Foi, no entanto, evacuado. A rua esteve cortada durante cerca de duas horas.

Ação de Sensibilização Segurança Contra Incêndios em Edifícios

Imagem
A Câmara Municipal de Arganil, em parceria com o Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) vai promover no próximo dia 27 de abril, pelas 15h00m, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Arganil, a Ação de Sensibilização “Segurança Contra Incêndio em Edifícios”. Esta ação surge na sequência da Resolução de Conselho de Ministros n.º 13/2018, de 20 de fevereiro, que determina um conjunto de iniciativas sobre a divulgação, verificação e cumprimento do Regime Jurídico da Segurança Contra Incêndios em Edifícios (RJSCIE).

A iniciativa é dirigida a várias entidades, dando especial enfoque àquelas cuja atuação se efetue em edifícios escolares, hospitalares, lares de idosos e valências associadas, associações culturais, recreativas, desportivas e de lazer, locais de espetáculos e reuniões públicas, museus e galerias de arte. Edifícios, que por desempenharem um papel crucial no quotidiano da comunidade, deverão cumprir o Regime Jurídico d…

Escola Básica e Secundária de Montemor passa no teste de segurança.

Imagem
MONTEMOR-O-VELHO



A Escola Básica e Secundária de Montemor-o-Velho foi, no dia 17 de Março, palco de um simulacro de incêndio. Tudo começou pelas 9h55 quando foi dado o alerta de uma explosão, seguida de incêndio, no laboratório de Físico-Química, na sala 13, no Campus Escolar de Montemor-o-Velho. Para o local foram prontamente enviados 13 meios humanos, apoiados por 3 veículos operacionais que rapidamente resolveram a situação.

A iniciativa teve como objectivo testar o plano de segurança do estabelecimento de ensino, verificar a execução dos procedimentos internos de emergência da escola levados a cabo por professores, funcionários e alunos, assim como avaliar a capacidade de resposta dos diferentes agentes de protecção civil no teatro de operações.

Os mais de mil alunos do ensino pré-escolar ao secundário, acompanhados de cerca de uma centena de professores, educadores e funcionários, cumpriram as regras de segurança escrupulosamente, tendo procedido calma e ordeiramente à evacuação do…

Bombeiros combateram durante várias horas incêndio em fábrica de madeira!

Imagem
Os Bombeiros Voluntários das Taipas estiveram desde as 15.50 horas do passado dia 16 de abril, na operação de combate a um incêndio numa fábrica de madeira da freguesia de Prazins Santa Eufémia, no concelho de Guimarães.

Apesar de o fogo ter sido dominado rapidamente, em poucos minutos após a chegada dos bombeiros ao local, a operação demora a ser dada como concluída devido à temperatura de um silo de grandes dimensões que foi atingido pelas chamas. "A existência de serrim muito fino e as altas temperaturas são a principal dificuldade", disse ao JN o segundo comandante dos Bombeiros Voluntários das Taipas, Ernesto Soares.

Às 19.30 horas, quase quatro horas depois do alerta, os doze elementos da corporação ainda permaneciam no local para onde se deslocaram com três veículos de combate ao fogo. Os primeiros sinais indicam que as chamas terão tido origem no sistema de aspiração e trajeto, bem como no silo.

A fábrica de madeira situa-se na Rua Padre João Moreira Leite, na fregu…

Governo «aperta» com questões de segurança contra incêndios. Auto-verificação termina a 8 de maio!

Imagem
Segundo dita a Resolução do Conselho de Ministros n.º13/2018 de 20 de fevereiro, é obrigatória a auto-verificação do cumprimento (ou não) das condições de segurança contra incêndio pelas entidades responsáveis ou gestoras dos edifícios, recintos ou estabelecimentos.

“A salvaguarda da segurança das pessoas e bens constitui uma função primordial e prioritária do Estado. Neste âmbito, ao longo das últimas décadas foi desenvolvido um conjunto de actos normativos na área da segurança contra incêndio em edifícios, que visam reduzir a probabilidade de ocorrência de incêndios, limitar o desenvolvimento de eventuais incêndios, circunscrevendo e minimizando os seus efeitos, facilitar a evacuação e o salvamento dos ocupantes em risco e permitir a intervenção eficaz e segura dos meios de socorro.
O universo é vasto, abrangendo as operações urbanísticas, onde se incluem os imóveis e o seu uso e, em especial, as actividades desenvolvidas que pela sua natureza, número de ocupantes ou condição destes, …

Centro comercial que ardeu na Rússia tinha as saídas bloqueadas!

Imagem
Falhas graves de segurança, incluindo saídas de emergência bloqueadas, alarmes desligados e inexistência de sistemas automáticos de extinção de incêndios transformaram o centro comercial de Kemerovo, na Rússia, numa autêntica armadilha mortal quando as chamas deflagraram num dos pisos superiores, no domingo.



Pelo menos 64 pessoas morreram e dezenas estão dadas como desaparecidas. Segundo a polícia, o incêndio terá sido provocado por uma criança que brincava com um isqueiro junto às esponjas dos trampolins na zona de diversões infantis. O material inflamável ajudou a propagar rapidamente as chamas e causou um fumo denso que invadiu rapidamente os corredores estreitos do centro comercial, inaugurado em 2013 num edifício reconvertido a partir de uma antiga fábrica soviética.

O alarme de incêndios terá soado, mas foi desligado por um segurança que pensou que se tratava de um falso alarme, impedindo que muitas pessoas se dessem imediatamente conta do sucedido. Quando tentaram fugir, encont…

Investigador do LNEC defende revisão de legislação sobre incêndios em edifícios

Imagem
Segundo Carlos Pina Santos, que falou na Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa (a decorrer até 13 de abril no Pátio da Galé), a prevenção de mais sinistros como os que têm acontecido nos últimos anos passa por rever a legislação existente.

"Falta rever e atualizar a regulamentação SCIE - Segurança Contra o Incêndio em Edifícios. Não é suficiente para a evolução que houve e para a que está prevista", frisou durante um painel subordinado ao tema "Reabilitação, eficiência energética e segurança ao incêndio".

(...)"Falta rever e atualizar a regulamentação SCIE - Segurança Contra o Incêndio em Edifícios. Não é suficiente para a evolução que houve e para a que está prevista", frisou durante um painel subordinado ao tema "Reabilitação, eficiência energética e segurança ao incêndio".(...)

Fonte: Diário de Notícias (11/04/2018)

Incêndio em fábrica de cortiça de Santa Maria da Feira

Imagem
Quase três dezenas de bombeiros foram chamados a combater um incêndio que deflagrou quinta-feira de manhã dia 29/03/2018 numa fábrica de cortiça em Santa Maria da Feira, informou fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro.

Segundo a mesma fonte, o alerta para o incêndio industrial na fábrica Lino de Carvalho, em Paços de Brandão, foi registado às 11:47.

O fogo, que deflagrou na zona de laboração, entrou na fase de rescaldo às 12:45.

Para o local foram mobilizados 29 operacionais apoiados por 12 viaturas das corporações de Santa Maria da Feira, Lourosa, Espinho, Arrifana, Esmoriz e Ovar, além da GNR.
Fonte: http://www.tvi24.iol.pt

"Aldeia Segura" e "Pessoas Seguras" avançam nos municípios com maior risco de incêndio

Imagem
As aldeias vão ter um “oficial de segurança” para transmitir avisos à população, organizar evacuações e realizar ações de sensibilização sobre incêndios no âmbito dos programas ‘Aldeia Segura’ e ‘Pessoas Seguras’, que são esta segunda-feira apresentados. Estes programas têm como objetivo prevenir e diminuir os efeitos dos incêndios, foram desenvolvidos em parceria com as autarquias e são apresentados e lançados em Ansião (Leiria), numa cerimónia com a presença do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, durante a qual será assinado um protocolo entre a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), a Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) e a Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE) para a concretização do ‘Aldeia Segura’ e ‘Pessoas Seguras’. Os programas, que se destinam a todo o país, mas têm como principal alvo os 189 municípios que possuem freguesias de risco, assentam na “gestão de combustível, plano de evacuação de aldeias e campanha de sensibilização”…

Marinha Grande realiza vistorias preventivas a todas as instalações de uso coletivo!

Imagem
O Município da Marinha Grande determinou a realização de vistorias preventivas a todos os edifícios e/ou instalações de associações, clubes, coletividades e estabelecimentos de ensino privado, com vista à identificação de eventuais riscos de segurança.

Em nota de imprensa, a Câmara da Marinha Grande, no distrito de Leiria, alerta os responsáveis por equipamentos de utilização coletiva para a adoção das medidas de segurança contra incêndios em edifícios, identificadas pela Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Nesse sentido, a autarquia liderada por Cidália Ferreira (PS) determinou a realização de vistorias preventivas a todos os edifícios e/ou instalações de associações, clubes, coletividades e estabelecimentos de ensino privado, "com vista à identificação de eventuais riscos de segurança, bem como proceder à identificação das adequadas medidas de correção/eliminação de tais riscos e que integre a orçamentação respetiva".

Segundo a nota, a Câmara assumiu ainda o &qu…

Quem pode fazer Medidas de Autoproteção?

Imagem
O DL 220/2008 de 12 de Novembro prevê no número um, alínea b) do artigo 16º , o reconhecimento do grau de especialidade para a elaboração de projetos e medidas de autoproteção de SCIE da 3ª e 4ª categorias de risco a atribuir aos associados das Ordem do Arquitectos (OA), Ordem dos Engenheiros (OE) e Associação Nacional dos Engenheiros Técnicos (ANET). A ANPC reconhece o grau de especialização dos técnicos propostos pelas respectivas associações profissionais, desde que:


1. Possuam um mínimo de cinco anos de experiência profissional em SCIE;

2. Tenham concluído com aproveitamento as necessárias acções de formação na área específica de SCIE, cujo conteúdo programático, formadores e carga horária tenham sido objecto de protocolo entre a ANPC e cada uma daquelas associações profissionais.

A Autoridade Nacional de Protecção Civil celebrou, no dia 10 de Fevereiro de 2010 protocolos com a AO, OE e ANET onde se definem os requisitos para aprovação das acções de formação mencionadas no p…

Vistorias e Inspeções de Segurança contra Incêndio

Imagem
A Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) tem competência para proceder às necessárias verificações através de:
Vistorias realizadas no âmbito dos procedimentos para a concessão da autorização de utilização Inspeções para verificação da manutenção das condições de SCIE aprovadas e da execução das medidas de autoproteção.
Incumbe ainda à ANPC a credenciação de entidades para a emissão de pareceres, realização de vistorias e de inspeções das condições de SCIE, regime que se encontra definido na Portaria n.º 64/2009, de 22 de Janeiro.
Vistorias: Quando haja lugar a vistorias tanto nos termos da Lei n.º 60/2007 (regime jurídico da urbanização e edificação), como em virtude de legislação especial em matéria de autorização de funcionamento de estabelecimentos, deve ser verificado o cumprimento das condições de SCIE e dos respetivos projetos ou fichas de segurança.
As vistorias podem ser solicitadas pelos presidentes das Câmaras Municipais, de acordo com os artigos 64º e 65º do Decreto-…

Município de Olhão incentiva a adoção de medidas de autoproteção

Imagem
O Município de Olhão realizou na quarta feira, dia 21 de março, pelas 21h00, na Biblioteca Municipal José Mariano Gago, uma ação de informação, sensibilização e esclarecimento sobre a correta implementação das medidas de autoproteção em edifícios, junto das coletividade do concelho.

A iniciativa, que surgiu no âmbito das medidas de segurança contra incêndios em edifícios, contou com o apoio e participação da Autoridade Nacional de Proteção Civil.
A autarquia de Olhão mostrou-se, desta forma, disponível apara apoiar as coletividades do concelho no cumprimento da legislação em vigor sobre a matéria.


Fonte: Mun de Olhão