Ocorreu um incêndio no seu local de trabalho? Ficou com queimaduras? - Saiba algumas dicas!

Quando existe um incêndio no seu local de trabalho, existe a possibilidade de o colaborador acabar por ficar com lesões como por exemplo as queimaduras térmicas, uma vez que estes acidentes por vezes não são evitados é muito importante saber agir de modo a que a lesão se cure o mais rapidamente possível.
As queimaduras térmicas são produzidas quando ocorre contacto do corpo com as chamas ou com outras fontes com temperaturas elevadas.
Podemos classificar as queimaduras quanto á sua profundidade em 1º, 2º, 3º grau. Além disso quanto maior for a área do corpo afectada maior é a gravidade da queimadura.


Queimadura de 1.º grau (queimadura simples)

Geralmente são queimaduras á superfície da pele, como por exemplo as queimaduras solares, caracterizam-se pelo inchaço e a vermelhidão na pele. Normalmente nestes casos não é preciso atendimento médico, contudo convém manter o organismo e a pele hidratada. Este tipo de queimadura costuma sarar sem deixar cicatrizes após 5 dias.

Como tratar?
  • Durante alguns minutos manter a zona afectada debaixo de água fria e posteriormente cobrir com uma compressa fria;.
  • Proteger a zona queimada;
  • Uma pomada adequada poderá ajudar a diminuir a dor e inflamação.

Queimadura de 2.º grau  (com bolhas - flictenas)

Este tipo de queimadura já afecta as duas primeiras camadas da pele, é provável o aparecimento de bolhas assim como um líquido acumulados (pus), a dor acaba por se tornar intensa, é recomendado a ajuda de um profissional de saúde.

Como tratar?
  • Aplicar durante 15 minutos uma compressa de água fria;
  • Caso a área afectada seja um membro (braços ou pernas) deve estar mais elevada do que a restante parte do corpo;
  • Secar, aplicar gaze estéril e procurar ajuda médica.

Queimadura de 3.º grau (profunda)
É a queimadura mais grave, tem como consequência a destruição total de todas as camadas da pele e, em alguns casos pode ser fatal. Regista-se a perda da pele, assim como a sua apresentação ser com manchas brancas, castanhas ou pretas.

Como tratar?
  • Procurar de imediato ajuda médica;
  • Cobrir ligeiramente a queimadura com um gaze estéril;
  • Não retirar roupa ou acessório que estejam aderentes a pele 


Apoio psicológico

Em casos mais complexos, o paciente queimado encontra-se num estado de extrema dor física e psicológica, devendo a equipa de saúde cuidar das suas feridas e atender às suas queixas a nível do foro psicológico. Podendo a queimadura causar lesões irreversíveis na pele e deixar marcas permanentes, são possíveis as alterações significativas na auto-estima e auto-conceito do doente queimado, que passa a gostar menos da sua imagem corporal, podendo rejeitá-la.

A depressão e a perturbação de stress pós-traumático constituem os problemas psicológicos mais frequentes nas vítimas de queimaduras. O acompanhamento psicológico com pacientes queimados e seus familiares possibilita a expressão de sentimentos, angústias e medos, bem como das expectativas em relação à evolução clínica e aos tratamentos.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Quando a Segurança é Fit e Motivada

Incêndio de grandes proporções destrói fábrica de plásticos em Gaia!

Publicada nova alteração ao Regime Jurídico da Segurança Contra Incêndio em Edificios (SCIE)